365 motivos para amar Salvador

30 de março – Soteropolitano de Brotas

Por Carol Andrade

Amanda Fróes em frente a casa do Seu Espanha e Dona Aurea, em Brotas (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

Amanda Fróes em frente a casa do Seu Espanha e Dona Aurea, em Brotas (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

Todo mundo em Salvador tem um amigo que mora em Brotas. É um bairro imenso, perto de tudo, mas por incrível que pareça, é sempre contra-mão para arrumar carona depois das farras. Brotas é assim, entre contradições, é um bairro que a gente chama de casa. Por ser subdivididos em Matatu, Vila Laura, Horto Florestal, Engenho Velho de Brotas, Acupe, Pitangueiras, Luiz Anselmo, entre outras pequenas regiões, o soteropolitano apelidou o bairro como Brotas City.

Faz sentido total já que é um dos bairros mais populosos da cidade, cheio de pequenos bairros por dentro e basicamente tem a sua própria cultura. Isso tudo faz parte da minha impressão, mas como a gente trabalha com o real, o blog foi descobrir se tudo isso era verdade ou não fazendo uma visita ao bairro. Quem nos guiou foi Amanda Fróes, brotense de carteirinha. Amanda estuda odontologia e faz parte de uma família apaixonada pelo bairro.

Os 'brotenses' posam juntos em meio às artes do artista Espanha (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

Os ‘brotenses’ posam juntos em meio às artes do artista Espanha (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

Ela praticamente nasceu em Brotas, são quase 25 anos de amor ao bairro. E o primeiro lugar que ela quis mostrar para o blog foi a casa de um artista espanhol. Ao chegar por lá, enquanto Luana fazia as primeiras fotos, uma vizinha nos incentivou a tocar a campainha. “Seu Espanha e Dona Aurea são super gente boa”, disse a moça. Tocamos e fomos recebidas com a maior simpatia pelo casal. Silvestre Gomez García é espanhol e mora há mais de 30 anos aqui em Salvador. Sempre criativo, começou a transformar os móveis de casa por falta de espaço. A necessidade foi criando um artista dentro dele.

A rua em frente ao Solar Boa Vista (Foto: Luana Amaral/ 365 Salvador)

A rua em frente ao Solar Boa Vista (Foto: Luana Amaral/ 365 Salvador)

Dona Aurea também incentivou o marido. Do pequeno apartamento, seguiram para uma casa própria e espaçosa, tudo em Brotas! Quando o casal se deu conta, a casa estava cheia de arte, por todos os lados. O material que o Seu Espanha mais gosta de trabalhar é o ferro. Ele cria mesinhas, banquinhos, objetos decorativos, cestas de frutas, moldura de espelhos e até equipamento para academia para os filhos se exercitarem em casa, quando eram mais novos. Eu, Luana e Amanda ficamos encantadas com a visita à casa. Mas Amanda foi a que mais vibrou: “Não acredito que estou aqui!”, disse em algum momento.

O Hospital Aristides Maltez na Avenida Dom João VI (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

O Hospital Aristides Maltez na Avenida Dom João VI (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

Amanda ainda contou pra gente que quem mora em Brotas vive em um interior. Olha só o que ela escreveu depois do nosso encontro: “Você está sempre em casa. Quem nasceu em Brotas foi criado solto. Acho que rola uma identidade, como o soteropolitano com Salvador, sabe? Você se sente pertencendo a um lugar, tipo ‘eu nao sou apenas soteropolitano, eu sou soteropolitano E brotense’, é ser de Salvador ao quadrado.”  Acho que resumiu bem o sentimento, né?

Amanda em frente ao portão do Solar Boa Vista (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

Amanda em frente ao portão do Solar Boa Vista (Foto: Luana Amaral/365 Salvador)

E a gente viu que em pleno feriado da Sexta-Feira da Paixão, tinha homem vestido de mulher dançando pagode no meio da rua, o cachorro quente 24h continuava aberto e o bairro ainda estava extremamente movimentado. A impressão é de que o brotense é festeiro, um ótimo anfitrião e carrega um orgulho bairrista, no mínimo inspirador. É um bairro onde funciona tudo: hospital, restaurante, boteco, escola, clínica, mercado, salão de beleza, igreja, cemitério, tudo. É uma cidade dentro de Salvador!

* Com mais uma semana temática, a ideia dessa vez é homenagear aqueles que fazem essa cidade ser o que ela é: os soteropolitanos. Esse especial está dentro das comemorações de aniversário de Salvador, que completou 464 anos ontem, no dia 29 de março. Até domingo (31), estamos apresentando sete bairros sob a visão e a rotina de um morador.

This entry was written by carolangom and published on March 30, 2013 at 4:33 pm. It’s filed under Especial Soteropolitano and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: