365 motivos para amar Salvador

7 de maio – Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo

Por Carol Andrade

Foto: Reprodução/Irdeb

Foto: Reprodução/Irdeb

Conhecida pela longa escadaria, a Igreja Santíssimo Sacramento do Passo é talvez a mais badalada das nossas igrejas e tudo por conta desses 55 degraus e da sua imponência. Começou com o filme O Pagador de Promessas, único brasileiro a ganhar a Palma de Ouro (e ainda foi indicado ao Oscar em 1963). Depois foi a vez de chegar à televisão com a minissérie homônima e depois com ‘Ó Paí Ó’, e ainda estampa revistas de moda e serve de local para os shows gratuitos.

Na história do Pagador de Promessas, Zé do Burro, tenta cumprir a promessa feita em um terreiro de Candomblé para Iansã. Assim que seu melhor amigo – um burro chamado Nicolau – se curasse de uma doença, ele carregaria uma cruz no ombro da sua cidadezinha até a Igreja de Santa Bárbara, exatamente 42 km de caminhada. A história é baseada na peça de Dias Gomes e é carregada de sincretismo, política e religião.

Cena do filme 'O Pagador de Promessas' (Foto: Divulgação)

Cena do filme ‘O Pagador de Promessas’ (Foto: Divulgação)

Pode ser decepcionante, mas a igreja que serviu de cenário tanto para o filme quanto para a minissérie não é de Santa Bárbara. É na verdade, a Igreja Santíssimo Sacramento do Passo, ou simplesmente Igreja do Passo. O apelido é baseado na exposição da imagem do Senhor dos Passos – a representação de Cristo ferido, chicoteado à caminho da Cruz.

Ensaio fotográfico na Igreja do Passo (Foto: Marie Claire Italia)

Ensaio fotográfico na Igreja do Passo (Foto: Marie Claire Italia)

A escadaria revela uma imponente Igreja no alto e liga duas ruas: Ladeira do Carmo à Rua do Passo. Na época do filme, Dias Gomes, Duarte e o produtor Oswaldo Massaini acharam  o cenário perfeito para rodar as imagens da Igreja de Santa Bárbara ali.

A Igreja teria sido fundada em 26 de julho de 1760 e construída com materiais e tecnologia legitimamente brasileiros. Podemos considerar como uma obra fora dos padrões, já que, até então quase tudo vinha de Portugal.

Desde 1998, a igreja está fechada e há muito tempo está abandonada pelos seus responsáveis. Mas como a gente não gosta de história triste, a badalação da Igreja que a gente contou lá no início, fica completa com os shows do cantor Gerônimo, toda terça-feira, na escadaria da igreja.

motivo #127

This entry was written by carolangom and published on May 7, 2013 at 1:13 pm. It’s filed under arquitetura, igreja, passeio and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: