365 motivos para amar Salvador

22 de maio – Cemitério Campo Santo

Por Carol Andrade

Foto: Reprodução/Blog Gothic  World

Cemitério Campo Santo (Foto: Reprodução/Blog Gothic World)

Apesar de parecer sinistro, podemos encarar o Cemitério Campo Santo como um museu à céu aberto. Este é um dos museus mais antigos do Brasil e o maior do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. Sua construção é marcada no século 19 e guarda obras incríveis.

Das famílias mais nobres da cidade às mais simples, o Campo Santo se destaca pela capela em estilo gótica em frente à uma bela entrada com árvores, ladeira de paralelepípedo e um portão de ferro. Ou vai me dizer que você nunca notou a pompa da entrada do cemitério passando pela Federação?

Foto: Reprodução/365 Todas as Igrejas da Bahia de São Salvador

Capela do Cemitério Campo Santo com estilo gótico (Foto: Reprodução/365 Todas as Igrejas da Bahia de São Salvador)

A capela faz parte do chamado conjunto arquitetônico do cemitério e foi projetada pelo arquiteto Carlos Croezy em junho de 1874. No ‘acervo’ do cemitério, a quantidade de ornamentos, estátuas, túmulos e mausoléus chega a impressionar. Quem olha aquele muro branco pela rua, mal acredita na beleza que existe lá dentro.

A começar pela única obra tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional, a famosa Estátua da Fé, do alemão Johann von Halbig. Mais interessante ainda é como as histórias por trás das homenagens são instigantes. A Estátua da Fé foi comprada pelo Barão de Cajaíba em 1865, para o jazigo de seu filho José Joaquim Francisco Gomes de Argolo, falecido na Baviera, em 1861.

O mausoléu da família Odebrecht (Foto: Reprodução/Rao Ferreira)

O mausoléu da família Odebrecht (Foto: Reprodução/Rao Ferreira)

Dos mais legais por lá está ainda o mausoléu da família Odebrecht, projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi e com formato de caixote.

É todo de concreto, revestido daquela planta hera, com porta de bronze entalhada por Carybé. É possível notar uma escada que dá acesso ao mausoléu, mas é tão estreita que a impressão é que só um gato teria tamanha habilidade.

Entre as personalidades baianas, o poeta Castro Alves, o médico baiano Oscar Freire, o político Antônio Carlos Magalhães e a considerada primeira feminista do Brasil, Henriqueta Martins Catharino.

+ infos:
Circuito Cultural do Cemitério Campo Santo

motivo 142

This entry was written by carolangom and published on May 22, 2013 at 11:55 pm. It’s filed under arquitetura, igreja, museu and tagged , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: