365 motivos para amar Salvador

11 de junho – Oficina de Investigação Musical

Por Carol Andrade

Bira Reis comanda uma enorme banda com o projeto Kizumba, no Carnaval (Foto: Reprodução)

Bira Reis comanda uma enorme banda com o projeto Kizumba, no Carnaval (Foto: Reprodução)

Sob o comando de Bira Reis, a Oficina de Investigação Musical (OIM) foi fundada em 1981 no Pelourinho. Bira é daqueles multi-artistas que dá um orgulho danado de a gente ser conterrâneo, sabe? Além de ser o primeiro compositor e arranjador de música instrumental para o bloco afro Olodum, o músico é especializado em percussão e sopro, mas ainda é professor, artista plástico e pesquisador. A OIM é um dos seus projetos mais fortes e se desdobra ainda em OIMBA, onde acontece um programa social e educacional para crianças e jovens.

É que não dá mesmo para falar da Oficina de Investigação Musical sem falar de Bira Reis, ele é a cabeça do projeto e graças a eles muitas e muitas crianças carentes da nossa cidade se envolveram com a música de uma forma linda e sensível. Magary Lord, nosso cantor do semba, é um dos ‘criados’ pela OIM.

A Oficina é o lugar onde Bira estuda e pesquisa novas sonoridades sempre ligadas à cultura africana ou nordestina, mais especificamente a baiana. Lá também o músico cria novos instrumentos, como o incrível saxofone de madeira. Um dos pilares e vitrines da OIM é a Banda Ilú – Batá, e através do grupo Bira coloca em prática seus estudos e pesquisas.

Dentro da instituição, ainda são promovidos cursos de música, sobre quatro aspectos da percussão brasileira: o candomblé, a percussão popular, a capoeira e os blocos afros. O trabalho é baseado na vivência e na experiência da OIM em Salvador, como também na pesquisa da cultura sudanesa, bantu, árabe-hispânico-portuguesa e indígena. São uma ou duas horas diárias para grupos de até quinze pessoas, envolvendo dois professores.

Ainda na OIM, Bira Reis promove um bloco carnavalesco chamado Kizumba que desfila pelo Centro Histórico com músicos profissionais e amadores que tocam percussão e sopro, formando a base instrumental e sonora do bloco, cuja preocupação é a inovação e a investigação musical.

+ infos:
Site: Bira Reis – Oficina de Investigação Musical

This entry was written by carolangom and published on June 11, 2013 at 5:34 pm. It’s filed under instituição, música and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: