365 motivos para amar Salvador

11 de julho – Bairro-Escola Rio Vermelho

Por Carol Andrade

A ação 'Merenda com o Chef' levou Ramon Simões (Armazém Rio Vermelho) para um encontro com os estudantes (Foto: Quinthino Andrade/Bairro-Escola Rio Vermelho)

A ação ‘Merenda com o Chef’ levou Ramon Simões (Armazém Rio Vermelho) para um encontro com os estudantes (Foto: Quinthino Andrade/Bairro-Escola Rio Vermelho)

Tem coisa tão bacana nessa cidade que muita gente ainda se espanta. O Bairro-Escola Rio Vermelho é um deles. O projeto foi lançando no final de 2012 e ainda é novidade para muita gente. Inspirado na Cidade-Escola Aprendiz, fundada em São Paulo, o Bairro-Escola chegou um pouco tímido, mas com garra, se instalou na rotina do Rio Vermelho.

O projeto trabalha com crianças e jovens que estudam em escolas da rede pública do Rio Vermelho e faz do próprio bairro uma grande sala de aula. Assim, os estudantes aprendem biologia com os pescadores, física na oficina mecânica, cidadania nas praças e cultura com as baianas de acarajé.  E ainda tem muito mais possibilidade, já que o lugar tem uma geografia toda particular, é super artístico, carismático e cheio de histórias.

São sete escolas estaduais e municipais e muita força de vontade. Indivíduos, instituições de ensino, organizações da sociedade civil, empresas, artistas, lideranças comunitárias, movimentos sociais e poder público, a ideia é que todos juntos tentem construir as chamadas ‘trilhas educativas’, que articulam os potenciais educativos da escola com os de toda a comunidade. A ideia é muito incrível, de tirar o chapéu. A execução é difícil, depende de muitos fatores, mas ainda assim está rolando com dedicação.

Assim, a escola não só domina as ruas, como o Rio Vermelho invade as escolas. É importante pensar que o projeto tem base na educação e mexe com todo mundo envolta. De acordo com o site do Bairro-Escola, a ideia é fazer com que os alunos melhoram seus índices de aprendizagem e desenvolvam habilidades que os tornam pessoas, profissionais e cidadãos mais autônomos e responsáveis. O bairro também se educa, aprendendo a conviver de forma mais respeitosa e a cuidar melhor das pessoas, dos espaços públicos e do meio ambiente.

Dá um orgulho danado ao perceber como tem gente querendo mudar essa cidade para o bem. Apesar de complexo (já que envolve tanta gente nessa), o Bairro-Escola é uma ideia bonita e real. É possível, sabe? Não a toa, algumas ações tenham tido e ainda são um sucesso.

Uma das mais legais é o ‘Merenda com o chef’, onde Ramon Simões, do restaurante Armazém Rio Vermelho, visitou o Colégio Estadual Alfredo Magalhães, filiado ao projeto, para conversar com as merendeiras e dar uma incrementada no cardápio da escola. O objetivo é ainda desenvolver essa ação para plantar uma horta, valorizar as merendeiras e inspirar os jovens, já que o chef Ramon também foi um aluno de escola pública.

Também é interessante pensar na troca da comunidade com os moradores e os estudantes. Fiquei imaginando uma aula de ciências com um pescador ou uma sobre história com um antigo morador contando sobre o Dia de Iemanjá, por exemplo. Que demais! As aulas longe da sala são muito mais estimulantes, mas o melhor mesmo é juntar educação e cidadania em uma coisa só. Salvador agradece!

+ infos:
Site: Bairro-Escola Rio Vermelho
Portal Aprendiz: Rio Vermelho começa a implementar primeiro bairro-escola de Salvador
Instituto Inspirare

motivo #192

This entry was written by carolangom and published on July 11, 2013 at 11:55 pm. It’s filed under instituição and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: