365 motivos para amar Salvador

24 de julho – Academia Champion

Por Vitor Villar*

O treinamento na Champion tem clima bem família (Foto: Reprodução/Maurício Dehó/Uol Esporte)

O treinamento na Champion tem clima bem família (Foto: Reprodução/Maurício Dehó/Uol Esporte)

Para muitos especialistas, a Bahia é a Cuba do boxe brasileiro. Assim como o país caribenho revela grandes lutadores para o mundo, nosso estado é um verdadeiro celeiro de pugilistas para o esporte nacional.

Nas últimas Olimpíadas, em 2012, por exemplo, cinco dos dez atletas da delegação brasileira de boxe treinavam em Salvador. Boa parte desse sucesso baiano nos ringues se deve ao trabalho de uma escola, e em especial, de um homem: a Academia Champion, propriedade do ex-pugilista Luiz Carlos Dórea.

O ex-pugilista Luiz Dórea é quem comanda a academia  (Foto: Reprodução/Maurício Dehó/Uol Esporte)

O ex-pugilista Luiz Dórea é quem comanda a academia (Foto: Reprodução/Maurício Dehó/Uol Esporte)

A Champion foi inaugurada em 1989, um ano depois do título mundial do Conselho Mundial de Boxe, conquistado pelo próprio Dórea. Desejando um lugar maior para treinar e surpreendido pelo falecimento de seu então treinador, o pugilista inaugurou a academia no fundo da sua residência, na Ladeira do Ypiranga, no humilde bairro da Cidade Nova, onde até hoje ela funciona.

Em pouco tempo, a academia tornou-se uma atração para os moradores do bairro. Com sua carreira se aproximando do fim, Dórea começou a recrutar jovens com talento para o esporte, e passou a treiná-los gratuitamente, confiando apenas no futuro dos seus atletas. Foi assim que surgiram nomes de destaque do boxe brasileiro, como Luís Cláudio Freitas, Kelson Pinto, Erivan Conceição, Valdemir “Sertão” Pereira, além é claro de Acelino “Popó” Freitas, sem dúvida um dos maiores pugilistas da história.

A partir dos anos 2000, a Academia Champion passou também a revelar grandes talentos para outra modalidade das artes marciais: o emergente MMA. Os irmãos baianos Rogério “Minotouro” e Rodrigo “Minotauro” Nogueira convidaram seu professor de boxe da infância para treina-los nos fundamentos da luta em pé que compõem as artes marciais mistas. Com o tempo, Luiz tomou gosto pelo esporte, e abriu na Champion uma equipe focada em revelar lutadores de MMA. De lá, surgiram nomes de destaque como Ednaldo “Lula” de Oliveira, Hugo “Wolverine” Viana e ninguém menos que Júnior “Cigano” dos Santos.

A casa azul mantém a simplicidade desde 1989 na Cidade Nova (Foto: Reprodução/ Site Let's Fight)

A casa azul mantém a simplicidade desde 1989 na Cidade Nova (Foto: Reprodução/ Site Let’s Fight)

Hoje, o projeto de recrutamento de jovens atletas, batizado de “Campeões da Vida” continua a todo vapor, revelando talentos para ambas as modalidades. Basta ver os resultados recentes: Adriana Araújo, primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha no boxe olímpico, em Londres 2012, é baiana e criada na Champion. Everton Lopes, campeão no Mundial de boxe amador em 2011, também surgiu lá. Algumas das maiores esperanças do Brasil para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, como Robson Conceição, Erica Matos e Robenílson Jesus, também são crias de Dórea.

O sucesso leva qualquer um a perguntar: qual é o segredo da Champion? Luiz Dórea e nenhum de seus lutadores conseguem explicar com precisão. Mas basta uma visita à academia para compreender: o segredo só pode ser a simplicidade. A Champion continua a velha casinha azul e branca no fundo de uma casa na Cidade Nova, bem distante da badalação das grandes academias e centros de treinamento do mundo das lutas. E tudo nela se dá com carinho e absoluto respeito. A equipe é uma espécie de família, onde todos se ajudam e prestam atenção em cada palavra e gesto feito por Luiz Dórea, que é como um pai para seus lutadores. Coisa que só é possível para quem tem 23 anos de história e muitos títulos na bagagem.

* Vitor foi convidado pelo blog para postar um motivo pelo qual ama Salvador. Ele também já escreveu sobre Gripe Ziriguidum, Passeio na Orla da Barra, Mulher de Salvador, Comprar roupa barata, Salada Salvador, Fonte Nova, o clássico BaxVi e o São João no Pelô.

motivo #205

This entry was written by carolangom and published on July 24, 2013 at 9:40 pm. It’s filed under esporte and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

6 thoughts on “24 de julho – Academia Champion

  1. Pingback: 6 de agosto – Café Terrasse | 365 motivos para amar Salvador

  2. Pingback: 14 de outubro – greve ao som de Edson Gomes | 365 motivos para amar Salvador

  3. Pingback: 28 de outubro – RedeMoinho Cooperativa | 365 motivos para amar Salvador

  4. Pingback: 29 de outubro – o maior acarajé da Bahia | 365 motivos para amar Salvador

  5. Gostaria de saber onde fica essa academia. …???

  6. Onde fica esta academia en que bairro e rua??

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: