365 motivos para amar Salvador

10 de setembro – Ajuda 39

Por Carol Andrade

A pequena loja reserva um acervo com cerca de 4 mil vinis (Foto: 365 Salvador)

A pequena loja reserva um acervo com cerca de 4 mil vinis (Foto: 365 Salvador)

Para os amantes do vinil, um breve passeio pelo centro da cidade já é suficiente para se encantar. Mas uma pequena e colorida lojinha de discos e vinis chama atenção na Rua da Ajuda. Cheia de criatividade, é possível encontrar alguns bolachões raros, outros nem tanto, e ainda descolar sua própria vitrolinha na Ajuda 39.

O vinil é daqueles objetos românticos e nostálgicos para guardar com carinho. Resistiram às fitas cassetes, aos CDs e à MP3. Não dá para dizer que está em seu auge, mas dá para sentir uma tendência no ar. Não precisa ser nem colecionador, basta olhar os últimos lançamentos de alguns dos artistas mais moderninhos.

Entre os baianos, Lucas Santtana e Pitty são alguns dos exemplos que fizeram questão de ter seus trabalhos lançados em vinil. A gente curte, mas não dá para negar: bom mesmo é garimpar entre os clássicos e velhinhos.

(Foto: 365 Salvador)

(Foto: 365 Salvador)

Com um acervo de cerca de 4 mil vinis, a Ajuda 39 ainda oferece o serviço de transformar o velho LP em CD. Os preços variam muito e é até difícil fazer uma média. Mas dá para dizer que em um clássico dos Beatles pode sair por até R$150. Os anos 60 continuam em alta, pelo menos quando o assunto é vinil, mas até alguns dinossauros do axé são especiais.

Na parede próximo ao caixa estão alguns dos mais valiosos e lá é possível encontrar boleros, sambas, um disco do Teddy Wilson, Vincente Celestino, Nelson Gonçalves, Pixinguinha, Jerry Butler e até um vinil do Asa de Águia, de axé retrô, lógico.

A conversão é ideal para quem ama um disco raro, mas não tem vitrola ou grana para gastar com um vinil. Quanto ao dinheiro, cada um sabe onde investir, mas se seu problema é a vitrola, dá para sair de lá com uma por até R$180.

A velha Jukebox guarda uma coleção de CDs (Foto: 365 Salvador)

A velha Jukebox guarda uma coleção de CDs (Foto: 365 Salvador)

Quanto a decoração da loja, vale a pena se apegar aos detalhes. Uma velha jukebox abriga algumas coleções de CDs, enquanto fotos antigas são espalhadas pelas paredes da loja. Assim como seus próprios produtos, a loja resiste ao tempo e ao espaço.

Entre os CDs, dá para encontrar Mutantes, Roberto Carlos, Wilson Simonal e Elvis Presley a partir de R$15. Mas a depender do artista, o preço pode ser bem mais em conta. Demais, né? O bom do passeio é que, além das boas compras, o centro da cidade é uma volta ao passado entre memórias, arquitetura e até livros. Basta bater um pouquinho de perna para se deliciar. E no fim, ainda pegar um cineminha no Glauber Rocha.

Para se esbaldar!

+ infos:
Matéria do Bazar no Jornal Correio (7 de abril de 2013): Facebook
motivo #253

This entry was written by carolangom and published on September 10, 2013 at 10:12 pm. It’s filed under compras, música and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: