365 motivos para amar Salvador

12 de setembro – ialorixá na Academia Baiana de Letras

Por Carol Andrade

Mãe Stella de Oxóssi na cerimônia de posse na ABL (Foto: Reprodução/ Egi Santana/G1 Bahia)

Mãe Stella de Oxóssi na cerimônia de posse na ABL (Foto: Reprodução/ Egi Santana/G1 Bahia)

Pela primeira vez na história, uma mãe-de-santo passa a ocupar uma das nobres cadeiras de uma Academia de Letras. Como não deixaria de ser, a notícia ganhou destaque nos principais jornais da cidade e do Brasil. Aqui a gente comemora mais um passo diante do reconhecimento de uma cultura e da história de um povo. Agora temos uma ialorixá com o título de “imortal” na Academia Baiana de Letras (ABL): Mãe Stella de Oxóssi.

Com 88 anos, a mãe-de-santo já publicou seis livros e prepara o seu sétimo, dessa vez sobre o jogo de búzios. Ela ocupa a cadeira número 33, cujo patrono é o poeta Castro Alves. Durante a cerimônia, seu discurso citou a luta do poeta abolicionista contra a escravidão e reconheceu esse momento como uma importante vitória. Afinal, trata-se de uma mulher, negra e ialorixá. A votação que definiu Mãe Stella, com 22 votos, aconteceu em abril após a morte do historiador Ubiratan Castro, último ocupante da cadeira.

Do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, em São Gonçalo do Retiro, Mãe Stella foi iniciada no candomblé por Mãe Senhora. O dia de hoje é duplamente especial para ela. Marca não apenas sua entrada na ABL, mas também 74 anos de iniciação religiosa e dedicação ao seu orixá protetor, Oxóssi. Bom sinal.

Mãe Stella está no comando do Afonjá de 1976 e é responsável pela criação de duas instituições dentro do próprio terreiro: a Escola Municipal Eugênia Anna dos Santos e o Museu Ilê Ohum Lailai – Casa das Coisas Antigas. Este último foi inaugurado em 1999 e reúne alguns artigos especiais da casa: indumentárias, objetos e ferramentas, por exemplo. A escola foi criada em 1978, surgiu de um pedido especial de Mãe Aninha, uma das criadoras do terreiro.

Formada em Enfermagem pela Ufba, Mãe Stella chegou a exercer a profissão até que decidiu se dedicar completamente a religião. Seu primeiro livro, E Dai Aconteceu o Encanto, foi lançado em 1988. O último, lançado ano passado, trata-se de uma coletânea de textos para o Jornal A Tarde.

Já a ABL tem sede em Nazaré e é formada por 40 membros, entre eles estão João Ubaldo Ribeiro, Myriam Fraga – que fez a saudação a Mãe Stella neste dia de posse -, Cid Teixeira, Hélio Pólvora, José Carlos Capinan, entre outros. São escritores, historiadores, pesquisadores, músicos e compositores e agora uma ialorixá. Pluralidades de Salvador.

+ infos:
G1 Bahia: 1ª ialorixá ‘imortal’, Mãe Stella assume cadeira que foi de Castro Alves na BA
Programa Aprovado: Jackson Costa entrevista Mãe Stella de Oxóssi
Jornal Correio: Ialorixá Stella de Oxóssi toma posse hoje na Academia de Letras da Bahia

motivo #255

This entry was written by carolangom and published on September 12, 2013 at 9:48 pm. It’s filed under instituição, Soteropolitanidades and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

2 thoughts on “12 de setembro – ialorixá na Academia Baiana de Letras

  1. Pingback: 15 de outubro – Katuka | 365 motivos para amar Salvador

  2. Pingback: 31 de dezembro – admirar Salvador pela janela | 365 motivos para amar Salvador

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: