365 motivos para amar Salvador

28 de dezembro – Museu de Street Art de Salvador (MUSAS)

Por Carol Andrade

Além de cores e formas, o MUSAS ajudou, prezando sempre pelo coletivo, a mudar a cara da comunidade Solar do Unhão (Foto: Reprodução/Ricardo Gonzales/Facebook)

Além de cores e formas, o MUSAS ajudou, prezando sempre pelo coletivo, a mudar a cara da comunidade Solar do Unhão (Foto: Reprodução/Ricardo Gonzales/Facebook)

Com céu aberto, a Baía de Todos os Santos como vista panorâmica, um almoço incrível aos sábados e muita gente boa envolvida, o Museu de Street Art de Salvador está se aproximando dos seus dois anos de vida. No meio da comunidade do Solar do Unhão, que fica na Gamboa de Baixo, vizinha ao Museu de Arte Moderna da Bahia, este é um dos lugares que abraçaram Salvador com maior criatividade e força em 2013. Mas aqui para nós, com aquele pôr do sol espetacular, dá para dizer que eles também foram abraçados com muito carinho pela natureza da cidade, né?

O MUSAS, como ficou conhecido, já nasceu cheio de carisma e cores. O projeto começou com a iniciativa dos artistas Julio Costa, Marcos Prisk e Bigod Silva. Mas como a gente aprendeu ao longo do blog, as ideias não surgem assim do meio do nada e com este museu não foi diferente. A verdade é que os três amigos da época do colégio fazem parte do coletivo de grafite Nova 10 Ordem, criado lá em 1998. Depois de vários trabalhos em parceria com outros artistas e até com a prefeitura, o coletivo resolveu abrir um atelier nesta comunidade com a intenção de interagir com os moradores e o próprio lugar.

O grafite de Julio Costa e Bidog Silva dá boas vindas aos visitantes do museu a céu aberto (Foto: Divulgação/Facebook)

O grafite de Julio Costa e Bidog Silva dá boas vindas aos visitantes do museu a céu aberto (Foto: Divulgação/Facebook)

Vai dando certo. Os meninos logo juntaram forças e ganharam destaque nas principais mídias soteropolitanas. Os muros, arcos e as próprias casas se transformaram em telas e suporte para a a arte. Cores e formas foram ganhando espaço por lá.

Mas, não só isso, o museu que nada tem de convencional, foi levando para a comunidade um movimento especial. Cinema, eventos, exposições, oficinas, e – o melhor – cada vez mais pessoas.

O surpreendente é que muitas dessas pessoas nunca pisariam os pés lá se não fosse o MUSAS ou porque desconhecem totalmente a comunidade, ou porque já se sentiram acuadas pela fama de violência.

Sobre a justificativa da arte (aliás, nem precisaria de outra), o lugar ganhou atenção e foi gerando um fluxo interessante entre artistas, moradores e até turistas. A própria mídia começou a olhar para a comunidade de outra forma. Aos poucos, eles vão se impondo como mais um equipamento cultural. E a ideia, pelo menos da gente aqui de fora, é que o espaço fique cada vez mais aberto para todo tipo de público.

A paisagem deslumbrante e a simplicidade compõem o cenário perfeito para a arte de rua (Foto: Reprodução/Ricardo Gonzales/Facebook)

A paisagem deslumbrante e a simplicidade compõem o cenário perfeito para a arte de rua (Foto: Reprodução/Ricardo Gonzales/Facebook)

Vale dizer que essa mudança na autoestima no lugar também partiu da própria comunidade. Primeiro por conta do projeto Muda Gamboa, com iniciativa dos moradores para incentivar a cultura e o esporte no bairro. E depois fico imaginando como deve ter sido estranho receber um bando de artistas com ideias – talvez mirabolantes – para mudar aquela rotina. Não sei exatamente como foi essa interação, nem o processo de instalação do MUSAS, mas acredito que a comunidade tenha sido, no mínimo, corajosa de acreditar no projeto e se deixar permitir. Palmas para todos os envolvidos.

A famosa Dona Suzana e sua comidinha caseira sensacional são a cereja do bolo na visita ao MUSAS (Foto: Reprodução/MUSAS/Facebook)

A famosa Dona Suzana e sua comidinha caseira sensacional são a cereja do bolo na visita ao MUSAS (Foto: Reprodução/MUSAS/Facebook)

Infelizmente, nem tudo é um mar de rosas e no segundo semestre o museu levantou uma campanha pelas redes sociais, depois de serem informados que a casa onde estão instalados seria posta à venda. Com a hashtag #EuApoioMUSAS, o coletivo pede ajuda dos amigos e admiradores do projeto para conseguir comprar a sede do museu. Bom, que aqui vai o nosso apoio.

Bom, boa sorte aos projetos em 2014. E para fechar com chave de ouro, além do MUSAS, tem uma tal moqueca (ou feijoada, a depender do dia e do seu desejo) que é a cereja do bolo desse lugar. A gente indica uma visita ao museu e depois uma boquinha esperta no quintal/restaurante de Dona Suzana. Não é nada oficial. Ao contrário, o clima é bem caseiro. Também não tem cardápio, nem dá para chegar de surpresa e pedir o prato que quiser. Tudo tem que ser agendado previamente, tá? (Por falar nisso, lembrei de outra grata surpresa do ano: o Ajeum da Diáspora).

Vida longa ao MUSAS, aos coletivos, à arte de rua e as comidinhas caseiras com vista pro mar. É muito mais gostoso amar Salvador assim.

+ infos:
Museu de Street Art de Salvador (MUSAS): Site e Facebook
Endereço: R. Des. Castelo Branco, nº 103 (Av. Contorno, acesso pelo portão do MAM, à esquerda)
Contatos
Telefone para agendar uma moqueca ou feijoada (Dona Suzana): 3328-2056

motivo #362

 

 

This entry was written by carolangom and published on December 28, 2013 at 3:38 am. It’s filed under arte, museu, Paladar, passeio, programa barato, Soteropolitanidades and tagged , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

One thought on “28 de dezembro – Museu de Street Art de Salvador (MUSAS)

  1. Pingback: 31 de dezembro – admirar Salvador pela janela | 365 motivos para amar Salvador

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: